www.azinteligência.com.br

 

Leia o poema

ALEGRIA
 
Fico contente quando vejo gente
na minha casa
Fico contente quando vejo doce
na minha mesa.
Fico contente quando vejo riso
no meu vizinho, quando vejo a rosa
no jardinzinho, quando vejo arroz
esparramado para os passarinhos.
Fico contente quando vejo a lua
na minha rua.

      (PALLOTTINI, Renata. Café com leite. São Paulo, Quinteto Editorial.)

 

Reescreva o poema no futuro

Reescreva o poema no pretérito

 

by: Roseny Rojo da Rocha