www.azinteligência.com.br

A  Suspeita  

          Há muitos, mas muitos anos atrás, um homem chamado Han perdeu seu machado. Imediatamente, suspeitou do filho de seu vizinho e se dirigiu à casa dele.

          O moço estava a trabalhar no jardim em frente à casa e Han se pôs a observá-lo pacientemente ao longe, sem dizer uma única palavra.

          Pelo modo como o moço caminhava, logo supôs que seria mesmo o ladrão. Todos os seus gestos o levavam a pensar que havia achado a pessoa que roubou seu machado.

          Enquanto Han pensava, o pai do moço saiu da casa e se dirigiu ao filho. Han não conseguia ouvir a conversa de onde estava, porém, pela maneira como conversavam, não lhe restava a menor dúvida de que era realmente o ladrão de seu machado.

          Quando Han se levantou para ir conversar com o moço sobre sua má ação, sua mulher chegou correndo para lhe avisar que as vacas tinham escapado do curral. Han deixou imediatamente a discussão com o moço para depois.

          Ao perseguir o rastro de suas vacas, encontrou o seu machado em um descampado.

          Para voltar à sua casa, Han passou na frente da casa de seu vizinho novamente e o filho dele continuava a trabalhar no jardim. Reparou melhor em seu jeito de andar e em seus movimentos e chegou à conclusão de que, definitivamente não se parecia com um ladrão.

           Muitas vezes, só vemos o que desejamos enxergar. 

 ( Conto popular chinês – traduzido e adaptado por Janaína Spolidorio )

 

1.   Com base nos desenhos, use suas palavras para re-escrever a história ‘A Suspeita’:


 

1.   Lembre-se de como Han observou o filho de seu vizinho quando suspeitava dele e depois de ter encontrado seu machado. Utilize quatro adjetivos que possam descrever o moço, aos olhos de Han, em ambas as situações:

 

a.   Antes de encontrar o machado, o moço era e

     b.Depois de encontrar o machado, o moço era


 

1.   Observe os quadros e forme frases coerentes de acordo com o texto lido:

QUEM? O QUE?

· Os gestos do moço

· Sua mulher

· O jeito de falar

· Han

· Um homem chamado Han

·                Chegou correndo para dar um aviso

·                Deixou a discussão para depois

·                Perdeu seu machado

·                Se parecia com o de um ladrão

·                Eram os mesmos de um ladrão

a)

b)

c)

d)

e)


 

1.    Você encontra abaixo, as partes presentes nesta narrativa. Escreva ao lado de cada uma delas o que acontece, de acordo com o conto lido:       

      SITUAÇÃO INICIAL:

 

      CONFLITO:

 

       SOLUÇÃO:

 

      SITUAÇÃO FINAL:

 


     Agora, é a sua vez! Imagine uma situação parecida, que seja fácil de ocorrer no seu cotidiano e escreva um   conto no qual possamos perceber a mesma mensagem da história chinesa.

 

 

 

 

 

by: Roseny Rojo da Rocha